Pesadelo em Toronto 3 (as origens do punk canadense): The Ugly

O The Ugy foi oura das bandas pioneiras do Canadá. Era da mesma estirpe “sexo-drogas-violência-rock’n’roll” que o Viletones, mas com duas grandes diferenças: eram melhores musicalmente e piores como pessoas. Não gostavam muito das outras bandas, especialmente do pessoal do Diodes, que consideravam muito “artísticos”. Os integrantes do Ugly eram marginais mesmo, inclusive tiveram muitos problemas porque virava e mexia um deles estava em cana. A banda é, na verdade, de Hamilton, que fica muito próxima a Toronto, mas como não tinha onde tocar em sua cidade natal, acabaram se tornando, por osmose um grupo de Toronto.

can_theugly1

O The Ugly começou por volta do final de 76, depois que o baixista Sam “Ugly” Ferrara e o guitarrista Tony “Torture” Vincent ouviram o primeiro LP do Ramones (sempre eles!) e decidiram mudar o estilo de som que faziam (eles tocavam numa banda chamada The Markeys, que fazia covers do Yardbirds, The Who, Stones e outros).

Para completar o time, recrutaram Mike “Nightmare” Mulhoney para o vocal e dispensaram o baterista Brian Vadders, pois ele não quis cortar o cabelo! No lugar dele, entrou o irmão de Mike, Ray “Gunner”.

Como muitas bandas punks daquele tempo, o Ugly poderia fazer um som mais trabalhado, mas optaram pelo mais agressivo que podiam. Outro fato curioso é que por acharem que alguns grupos punks eram muito “sofisticados” (e também pelo fato que muitos integrantes das outras bandas serem alunos de uma escola de arte), costumavam dizer que não tocavam punk rock, mas sim “hoodlum rock”, algo como “rock de bandido”.

Assim como o Viletones, a natureza desencanada e anárquica (não na acepção política do termo) do Ugly não permitiu que eles tivessem um futuro no cenário musical. Também passaram como um meteoro e a formação original se desmantelou em 78, sem ter lançado nada em vinil, exceto uma faixa na coletânea And Now Live From Toronto – The Last Pogo, hoje considerado um raro e precioso documento da história do punk canadense.

A referida coletânea seria a trilha sonora de um filme feito com cenas de um show na Horseshow Tavern, lendário clube de Toronto que abrigou o início da cena na cidade. O filme era patrocinado pela dupla Gary Toppie e Gary Cormmier, donos do local e maiores incentivadores do punk por lá. Sempre digo que o que faltou no início do punk brasileiro para que mais bandas surgissem, era um espaço desse tipo, onde os grupos não só pudessem se apresentar como também ensaiarem. O filme acabou não sendo lançado, mas anos depois parece que circulou um DVD, não tenho certeza.

can_theugly2

Poucos meses depois do fim do primeiro Ugly, Mike reformou a banda e chegou a lançar um single (Stranded In The Laneway (of love) / To Have Some Fun), com uma pegada bem mais para o rock’n’roll. O Ugly acabou quase imediatamente após o lançamento desse single, que passou completamente batido.

1995, o músico e produtor inglês, Chris Spedding, remasterizou uma fita cassete com gravações “perdidas” do The Ugly, que se transformaram no álbum Disorder, que acabou sendo o único registro do som de um dos mais originais grupos punk da América do Norte.

Em 1997, Mike faleceu. Dez anos depois Sam e Tony, na onda de “ressuscitamento” de todas as bandas punks dos anos 70 e 80, voltaram a tocar sob o nome The Ugly, juntamente com o guitarrista Steve Koch e o vocalista Greg Dick (ex-Dream Dates, outra banda obscura dos anos 70). Foi a verdadeira volta dos mortos-vivos, mas também não durou muito tempo e hoje o The Ugly é uma banda quase esquecida e subvalorizada…

Baixe aqui o precioso Disorder do The Ugly

Sua opinião é importante

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Send Back My Stamps!

Metal History Through Fanzines

Almanake da Nemeton Kieran

... falando um pouco de tudo...

Sequela Coletiva

Blog dos sequelados para postagem de idéias e impressões a respeito de praticamente tudo

PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

A MÚSICA NOS MOVE!

The File Cabinet Of Curiosities

A Vernacular Culture Compendium (which may exceed a single file cabinet), presented by the Conglomerated League of Folklore Inquirists, Affiliate No. 67, under the Charter of the Int. Committee for Folkloric Knowledge, Enhancement, and Preservation.

Reclaiming History: An Archive of Black Hardcore and Punk

Photographs, Flyers, and Zine Clippings that Color Between the Lines of History

juveniledelinquentmusic

Hi NRG ROCK'N'ROLL!!!!!!!!!!!!!!!

Magic Pop

rock and roll media

PBPR

Paperback Punk Rock

The Coming Anarchy

Indian Anarchist Federation's Blog

Liberty and Anarchy

Anti-State, Anti-War, Pro-Market

Anarchy Action

Anarchy Action

What's So Special About Music Anyways?

Witty opinions on great music

Which Side Are You On? A History of Punk Politics

A Visual Archive of Punk-Related Socio-Political Events

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close