Menace, o punk de origem suburbana e operária

Formado em 1976, o Menace é uma das bandas da “primeira onda” que mais abraçaram a postura punk. De origem suburbana e operária, o grupo teve participação fundamental no surgimento de uma “corrente” mais politizada e confrontadora do punk, que teve representantes como Sham 69, UK Subs, Angelic Upstarts, Cockney Rejects e tantos outros. No entanto, o Menace não conseguiu a mesma exposição que as bandas citadas obtiveram. menace

A formação original do Menace tinha o vocalista Morgan Webster, o guitarrista Steve Tannett, o baixista Charlie Casey e o baterista Noel Martin, que se conheceram no famoso Hope & Anchor, reduto roqueiro da zona norte de Londres. Com um som pesado, refrões melódicos e letras politizadas, o Menace logo se tornou uma das bandas preferidas dos punks mais radicais da época, assim como dos skinheads, que acompanhavam bandas como Sham 69, UK Subs, Angelic Upstarts e tantas outras.

Por outro lado, a postura de confronto tanto da banda como do público prejudicou a banda quanto a qualquer pretensão mercadológica. Em consequência, não demorou muito para que o Menace começasse a encontrar dificuldades em conseguir lugares para se apresentar. O motivo? Da mesma maneira que acontecera com o Sham 69, onde o Menace tocava, invariavelmente, rolava altas tretas.

menace_band2Em 1979, após o lançarem do quinto single, com duas faixas (Last years youth / Carry no banners), os integrantes do grupo (que, afinal precisavam sobreviver) decidiram acabar com a aventura. Não tiveram a oportunidade de gravar um álbum, entretanto, os cinco singles do Menace talvez seja a melhor seleção de clássicos punks de uma só banda. No total, são 11 “canções”, todas, absolutamente todas, ótimas.

O retorno

Em 1997, Noel e Charlie reformaram a banda e desde então o Menace jamais parou, porém, passou por várias fases, com pelo menos seis formações diferentes. Em 99, enfim, lançou o primeiro álbum, Crisis.

Atualmente, da formação original, apenas Noel segue na ativa. E mandando bem. O Menace nunca abandonou a postura e o som punk, embora, para ser sincero, também não mais conseguiu ser criativo como na época em que surgiu. Mas o legado dos primeiros anos será eterno, com certeza.

Baixe o Menace dos anos 70 aqui e ouça um pouco do que o punk inglês tinha de melhor.

Curiosidades

  • Charlie e Noel são filhos de irlandeses que mudaram-se para Londres. Apesar de terem se conhecido apenas na capital inglesa, os dois estiveram na mesma classe quando eram crianças.
  • Entre 2002 e 2004,  Oddy, mais conhecido por ser vocalista do Resistance 77, se juntou ao Menace. Entretanto, não conseguiu conciliar as duas bandas e optou por sair do Menace, que nessa fase não gravou nada em estúdio.
  • Em todo esse tempo de carreira, o Menace fez apenas três álbuns: Crisis (1999), No Escape From Nowhere (2008) e Too Many Punks Are Dead (2011).
  • Morgan Webster, o carismático vocalista original do Menace, morreu em 1991. Uma grande voz das raízes do punk, com certeza.

Abaixo, o Menace com Oddy, vocalista do Resistance 77

 

 

Um comentário sobre “Menace, o punk de origem suburbana e operária

  1. 90s Punk ZN disse:

    Amo essa banda…tive a oportunidade de ver um show há uns 5 anos atrás…em um pub falido para umas 20 pessoas….aquele sensação que só quem curte punk rock pode ter….

    Curtir

Sua opinião é importante

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s