Xtraverts, o “Sex Pistols de High Wycombe”

xtraverts6

O Xtraverts foi criado em 1976 por Nigel Martin (vocal) e Mark Reilly (guitarra), na cidade de High Wycombe (47km a noroeste de Londres). A primeira formação foi completada por Carlton (baixo) e Tim Brick (bateria).

Com um som que captava muito bem o espírito de revolta no início do punk, o Xtraverts logo conquistou muitos seguidores e a fama de “Sex Pistols de High Wycombe”. Contribuição do comportamento agressivo dos integrantes, principalmente Nigel. “Ele era capaz de iniciar uma terceira guerra mundial. Este era seu problema”, conta Glen Spicer, que se tornou guitarrista da banda em 1978.

xtraverts2O temperamento explosivo, porém, levaria ao fim do Xtraverts, em 79, quando Nigel esfaqueou um mod em uma briga de rua e acabou na prisão. Antes disso, porém, eles se apresentaram em todo o circuito inglês e tiveram três registros em vinil, todos em compactos de 7″.

O primeiro single, ainda com a formação original, apresenta as músicas Blank Generation (nada a ver com a música de Richard Hell, mais famosa) e A-Lad-in-sane. Bons sons, mas o melhor viria nas bolachas seguintes.

Em 1978, saiu um split com outra banda popular de High Wycombe, chamada Plastic People, que fazia um som mais new wave, na qual o guitarrista Glen Spicer também havia tocado. As faixas do Xtraverts, são Police State e Demolition, ambas bem mais pesadas que as do single anterior.

xtraverts-3rdsingle

Nesta gravação, porém, do line up original sobrara apenas Nigel, com Steve Westwood na guitarra, Mark Chapman (não é o assassino de Lennon, claro) no baixo e Andy Crawford na batera. Para o terceiro single, com as faixas Speed 1984, o grupo ganhou um guitarrista a mais (Spicer) e trocou novamente o batera, que passou a ser Tim Watts. No entanto, logo após gravarem, aconteceu o episódio com Nigel e o disco seria lançado apenas em 1981.

Na verdade, eles haviam gravado 13 músicas, que deveriam compor um LP. O registro ficou esquecido até 1997, quando o dono da gravadora Detour Records descobriu a fita. Claro que não hesitou em recolocar o Xtraverts no mercado.

A banda até tentou retomar as atividades com o lançamento de So Much Hate, mas acabaram por fazer apenas alguns shows e logo viram que era inviável, pois cada integrante já havia tomado outros rumos na vida.

Baixe aqui as 15 faixas de So Much Hate

xtraverts4

Curiosidades

  • A banda ganhou muita fama em High Wycombe após surgirem várias pichações em prédios públicos enaltecendo as “qualidades” do grupo, o que não era muito comum na cidade naquela época.
  • Em 79, o jornal Midweek fez uma crítica irônica do compacto Police State, na qual acusava a banda de ser “plastic punk” e que na cidade de Wycombe não existiria mais “punks verdadeiros”. Nos dias seguintes da publicação, receberam centenas de cartas de protesto e um abaixo-assinado com 1.200 assinaturas exigindo que o jornalista reavaliasse sua opinião. O fato ajudou a elevar as vendas do compacto e a lotar a agenda de shows do Xtraverts.
  • Mark Reilly foi um dos fundadores do Matt Bianco, banda de muito sucesso na Inglaterra nos anos 80 e 90.
  • Depois do fim do Xtraverts, o guitarrista Glen Spicer formou uma banda chamada Cherry Black Dawn, que lançou apenas um compacto em 84, mas esteve na ativa até 93. Por essa época também trocou de sexo e passou a atender pelo nome de Jacquie Blue.
  • Steve McCormack, baterista que tocou algumas vezes com o Xtraverts, fez o papel de Billy Idol num programa da TV inglesa chamado Stars In Their Eyes.
  • O baterista Andy Crawford foi chutado pela esposa após voltar a tocar durante a reunião da banda, na década de 90.
  • O baixista Mark Chapman tornou-se produtor e DJ, além de tentar uma nova banda, o ART, que fez um compacto em 1980, mas “sumiu” sem nunca ter aparecido. Chapman, porém, morreu antes do novo ressurgimento do Xtaverts.
  • Recentemente, Nigel reformou a banda (com nova formação, claro) e até lançaram um quarto single, em 2017, com as faixas 21st Century Motorbike e Wild Boy, Wild Youth.

 

Sua opinião é importante

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Send Back My Stamps!

Metal History Through Fanzines

Almanake da Nemeton Kieran

... falando um pouco de tudo...

Sequela Coletiva

Blog dos sequelados para postagem de idéias e impressões a respeito de praticamente tudo

PEQUENOS CLÁSSICOS PERDIDOS

A MÚSICA NOS MOVE!

The File Cabinet Of Curiosities

A Vernacular Culture Compendium (which may exceed a single file cabinet), presented by the Conglomerated League of Folklore Inquirists, Affiliate No. 67, under the Charter of the Int. Committee for Folkloric Knowledge, Enhancement, and Preservation.

Reclaiming History: An Archive of Black Hardcore and Punk

Photographs, Flyers, and Zine Clippings that Color Between the Lines of History

juveniledelinquentmusic

Hi NRG ROCK'N'ROLL!!!!!!!!!!!!!!!

Magic Pop

rock and roll media

PBPR

Paperback Punk Rock

The Coming Anarchy

Indian Anarchist Federation's Blog

Liberty and Anarchy

Anti-State, Anti-War, Pro-Market

Anarchy Action

Anarchy Action

What's So Special About Music Anyways?

Witty opinions on great music

Which Side Are You On? A History of Punk Politics

A Visual Archive of Punk-Related Socio-Political Events

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close